FASE FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL DE CADETES

No próximo fim de semana, os nossos cadetes irão, até à região da Bairrada,  para disputar a fase final da Taça de Portugal.
Serão duas competições, com um contra relógio individual a disputar no sábado e uma prova em linha no domingo, que irão apurar os vencedores a nivel nacional para esta competição.
A nossa equipa irá contar com todos os atletas que pontuaram na fase regional, à esceção de Tomás Mota, que se encontra a recuperar de uma queda no passado fim de semana na prova da Taça de Portugal de XCO.
Iremos também ter a companhia de  Francisco Silvestre, a quem iremos dar apoio, em virtude da sua equipa não estar presente nesta competição . 


---

 REGULAMENTO PARTICULAR

Artigo 1 – ORGANIZAÇÃO

A Final da Taça de Portugal de Cadetes é uma organização conjunta da Associação de Ciclismo da Beira Litoral – ACBL, com o apoio da Federação Portuguesa de Ciclismo – FPC. E disputa-se de acordo com os regulamentos, nos dias 18 e 19 de Maio de 2019.

Tem a colaboração da Câmara Municipal de Anadia e das Juntas de Freguesia do concelho.

Artigo 2 – TIPO DE PROVA

A prova está inscrita no Calendário Nacional na classe de 1.17 e é reservada a corredores da categoria de CADETES.

Artigo 3 – PARTICIPAÇÃO

De acordo com o Regulamento, a prova é aberta às equipas com a categoria de Cadetes, que tenham atletas apurados na Zona A e B, para esta final.

Artigo 4 – SECRETARIADO

O Secretariado de partida, realiza-se no dia 18 de Maio de 2019, das 12.30 às 14.oo horas, no Pavilhão dos Desportos – Complexo Desportivo de Anadia.

A confirmação de participantes decorre no dia 18 de Maio de 2019, das 12.30 às 13.45 horas. A confirmação de participantes termina no máximo 15 minutos antes do início da reunião com os Directores Desportivos.

A reunião dos Directores Desportivos, organizada de acordo com o Artigo 1.2.087 do Regulamento, na presença dos membros do Colégio de Comissários, realiza-se às 14.00 horas, no local do secretariado.

No dia 19, o Secretariado funcionará nas Escolas Velhas da Fogueira- (Sangalhos), junto à partida, para informações, a partir das 09.00 horas. 2

Artigo 5 – RÁDIO VOLTA

As informações da corrida são transmitidas em Rádio Volta – frequência ________ Indicação dada será dada na reunião com os DD.

Artigo 6 – ASSISTÊNCIA TÉCNICA NEUTRA

O serviço de assistência técnica neutra é assegurado pela organização.

O serviço é assegurado por dois carros de apoio neutro.

Artigo 7 – INCIDENTES DE CORRIDA NOS ÚLTIMOS 3 KM

Em caso de queda, furo ou incidente mecânico devidamente constatado, nos 3 últimos quilómetros da etapa em linha, o ou corredores acidentados serão creditados com o tempo do ou dos corredores em companhia que se encontravam no momento do acidente. A classificação é a da respectiva passagem pela linha de chegada.

Se na sequência de uma queda devidamente constatada nos 3 últimos quilómetros, um corredor ficar impossibilitado de cruzar a linha de chegada, é classificado no último lugar da etapa e é-lhe creditado o tempo do ou dos corredores em companhia dos quais se encontrava no momento do acidente.

Artigo 8 – PERCENTAGEM DE FECHO DE CONTROLO

De acordo com as características das etapas, as percentagens de fecho de controlo são fixadas da seguinte forma:

Etapa 1 – Contra relógio - 20 %

Etapa 2 - Prova em Linha- 8 %

De acordo com o artigo 2.6.032 do regulamento, o Colégio de Comissários pode aumentar as percentagens de fecho de controlo depois de consultar o Organizador-

Artigo 9 - CLASSIFICAÇÕES

São estabelecidas as seguintes classificações:

1) – Classificação Geral Individual por Tempos – Camisola Azul Celeste

2) - Classificação geral por equipas

3) - Classificação geral da Montanha

3

1 – Classificação Geral Individual por Tempos

A classificação será estabelecida de acordo com a ordem de passagem na meta, na prova em linha, e pelo melhor tempo obtido no contra-relógio.

Na prova em linha, todos os corredores de um mesmo pelotão, são creditados com o mesmo tempo, desde que não se verifiquem cortes.

Se na chegada se verificar que vários corredores são classificados ex-aquo, será atribuído a cada um a pontuação correspondente ao primeiro lugar onde se inicio o ex-aquo e os corredores serão ordenados pela ordem de inscrição na prova.

2 – Classificação Geral da Montanha

A classificação é estabelecida pela soma dos pontos obtidos nas metas pontuáveis (2 no Monte Crasto), para esta classificação. São atribuídos os seguintes pontos por passagem:

1º. ………………4 pontos

2º………………. 3 “

3º………………. 1 «

De acordo com o Artº. 2.6.017 do Regulamento da UCI, em caso de empate na classificação geral da Montanha, utilizam-se os seguintes critérios de desempate.

1. – Número de primeiros lugares nas contagens da categoria;

2. - Classificação Geral individual por tempos;

Para beneficiar do prémio da classificação geral final, o corredor deverá ter percorrido a totalidade do percurso da prova dentro do tempo regulamentar,

O líder da geral da Montanha, terá direito a TROFÉU.

METAS VOLANTES

A prova em linha, terá em disputa 8 metas volantes, patrocinadas por Juntas de Freguesia, a disputar nas localidades de Amoreira da Gândara, S. Lourenço do Bairro, Mogofores, Aguim, Moita, Avelãs de Cima, Avelãs de Caminho e Sangalhos.

O vencedor de cada meta, tem direito a Troféu.

META PARTICULAR

Na localidade de FERREIROS, haverá uma META PARTICULAR, sendo atribuído ao vencedor um TROFÉU. 4

Artº. 10 – Classificação por equipas

A classificação geral por equipas, obtêm-se pela soma dos três melhores tempos individuais de cada equipa em ambas as etapas disputadas, Em caso de empate, utilizam-se os seguintes critérios de desempate:

1. – Número de primeiros lugares na classificação por equipas nas etapas

2. – Número de segundos lugares na classificação por equipas nas etapas, etc.

3. - Se persistir o empate, as equipas são desempatadas pelo lugar do seu melhor corredor na classificação geral individual.

Uma equipa que fique reduzida a menos de três corredores é eliminada da classificação geral por equipas.

Artº, 11 – PRÉMIOS/TROFÉUS

O Prémio ANADIA MUNICIO DO DESPORTO –Final da Taça de Portugal de Cadetes. Terá os seguintes prémios:

CLASSIFICAÇÃO GERAL INDIVIDUAL – EM CADA ETAPA

1º. Classificado……………………..Troféu

2º “ ………………….. Medalha

3º. “ ………………….. Medalha

CLASSIFICAÇÃO GERAL COLECTIVA – EM CADA ETAPA

1ª.Classificada……………………. Troféu

2ª- “ …………………………… “

3ª. “ …………………………… “

CLASSIFICAÇÃO GERAL DA MONTANHA

1º. CLASSIFICADO…………………TROFÉU

VENCEDOR DAS METAS VOLANTES

1º. Classificado em cada uma das metas (8) – Troféu para o 1º. a passar

VENCEDOR DO “PRÉMIO PARTICULAR” em FERREIROS

1º. Classificado na passagem em Ferreiros – Troféu 5

Artº. 12 – CERIMÓNIA PROTOCOLAR

De acordo com o Artº. 1.2.112 do Regulamento, os seguintes corredores devem apresentar- se no final da prova em linha, para a cerimónia particular:

- Os três primeiros classificados em cada uma das duas etapas

- As três primeiras equipas , em cada uma das etapas (atletas e D.Desportivo)

- O vencedor do PRÉMIO DA MONTANHA

- Os vencedores (8) das Metas Volantes

- O Vendedor do Meta Particular de Ferreiros

- Os indicados no Regulamento Geral da Taça de Portugal de Cadetes

Artº. 13 – ANTIDOPAGEM

O Regulamento anti-dopagem da UVP-FPC, aplica-se integralmente nesta prova e a recolha é efectuada no Pavilhão dos Desportos – Complexo Desportivo de Anadia.

Artº. 14 – PENALIDADES

Aplica-se exclusiva da Tabela de Penalidades do Regulamento da UVP-FPC.

Artº. 15 – PERMANÊNCIA EM PROVA

Por directrizes emanadas do Ministério da Administração Interna, tendo em conta garantir uma maior segurança aos participantes em provas de ciclismo, e por outro lado salvaguardar a imagem do ciclismo perante a opinião pública, regulamenta-se o seguinte:

1. – É estabelecido um teto, de 15 minutos contados a partir do grupo principal da corrida e o carro vassoura, que quando ultrapassado, os corredores nesta situação serão aconselhados a abandonar a prova e entregar o dorsal. ISTO APENAS SE APLICA NA PROVA EM LINHA.

Artº. 16 – ECO-Responsabilidade e Civismo

Os participantes são obrigados a ter uma conduta responsável no que respeita a limpeza e preservação do meio ambiente em todas as zonas utilizadas pelo evento, na totalidade do percurso e nas zonas de partida e chegada. É estritamente proibido o arremesso de resíduos.

Serão criados e estarão claramente identificadas, duas áreas para os ciclistas colocarem o lixo.

Sangalhos, 30 de Abril de 2019