ACD MILHARADO GRANDE DOMINADOR DO XIX TROFÉU ALVES BARBOSA

ACD MILHARADO VENCEDOR DO XIX TROFÉU INTERNACIONAL ALVES BARBOSA  
 
Disputou-se no passado fim de semana de 1 e 2 de setembro a 19ª edição desta competição de referencia para a categoria de cadetes. Este troféu visa homenagear a estrela do ciclismo nacional das décadas de 1950 e 1960 – Alves Barbosa. Este ano marcaram presença 120 atletas em representação de 20 equipas, incluindo uma equipa espanhola.   
 
O triunfo de Rafael Santos, atleta de se mudou recentemente para a escola de ciclismo do concelho de Mafra, começou a ser construída ao longo da primeira etapa, disputada no sábado entre Montemor o Velho e Sangalhos no total de 87,8 quilómetros e sob um intenso calor, com uma fuga que se iniciou quando estavam decorridos poucos quilómetros. O atleta do Milharado, conseguiu isolar-se dos seus companheiros de fuga e chegou à meta com 2m51s de vantagem sobre o segundo classificado, Manuel Casado (CC Loulé), e com 4m58s para o terceiro, Gonçalo Fonte (Tensai/Sambiental/Santa Marta), dois dos companheiros de aventura do vencedor da tirada. O pelotão que apenas no final conseguiu reduzir algum tempo para a fuga, chegou à meta com uma desvantagem de quase 6 minutos para o vencedor, deixando o troféu praticamente sentenciada na tirada inaugural.
 
Os restantes atletas do Milharado também estiveram em evidência, chegando bem posicionados no pelotão, o que acabou por permitir juntar à vitória de Rafael Santos a vitória coletiva na etapa.
 
A segunda etapa disputou-se na manhã domingo, no total de 65,4 quilómetros, entre Arazede e o castelo de Montemor-o-Velho. Com a equipa de Mafra, em particular Tomás Gama e o camisola amarela a assumirem o controlo da corrida, as muitas tentativas de fuga acabaram por nunca terem sucesso e foi em pelotão compacto que os atletas chegaram à subida para a meta. A subida para o castelo, acabou por provocar pequenas diferenças de tempo entre os mais fortes, nada que colocasse em causa a camisola amarela de Rafael Santos.
 
A segunda etapa teve como vencedor Gabriel Fonseca (Mato Cheirinhos/Vila Galé/Etopi), com o mesmo tempo dos adversários mais próximos, Tiago Moreira (Tensai/Sambiental/Santa Marta) e João Oliveira (ACD Milharado/EC Manuel Martins), segundo e terceiro, respetivamente.
 
O camisola amarela, Rafael Santos gastou mais 14 segundos do que o vencedor da segunda etapa, consolidando o comando na geral individual. O corredor da equipa do Milharado terminou o Troféu Alves Barbosa no topo da geral, com 4m49s sobre o segundo e o terceiro classificados, Gonçalo Fonte e Roberto Cardoso (Tensai/Sambiental/Santa Marta), respetivamente.
 
Diogo Antunes (Peçamodovar/Delta Cafés/Polisport) foi o melhor cadete de primeiro ano, Gabriel Fonseca ganhou a classificação por pontos, Diogo Sousinha (Alcobaça CC/Crédito Agrícola) foi o melhor trepador e Manuel Casado impôs-se nas metas volantes.
 
A juntar à vitória individual, a vitória coletiva foi alcançada também pela ACD Milharado/EC Manuel Martins.
 
No final o treinador da escola de ciclismo Manuel Martins estava bastante satisfeito com os seus atletas, já que todos os elementos da equipa estiveram em muito bom plano, mostrando muita maturidade e um grande espirito de equipa que acabou por estar na origem dos excelentes resultados alcançados. O único ponto negativo acabou por ser a desistência do atleta Nuno Cardoso vitima de queda na primeira etapa que o impediu de terminar a competição.  
 
Resultados dos atletas do Milharado:

1ª etapa (Montemor o Velho – Sangalhos )
1º Rafael Santos (camisola amarela, camisola verde e camisola rosa)
16º Tomás Gama
26º Valentim Ferreira
43º Duarte Gama
56º João Oliveira
96º Tomás Lourenço
DNF Nuno Cardoso
1º Equipas

2ª etapa (Arazede – Montemor o Velho)
3º João Oliveira
28º Tomás Gama
38º Rafael Santos
52º Valentim Ferreira
55º Duarte Gama
94º Tomás Lourenço
7º Equipas
 
Geral Final
1º Rafael Santos (camisola amarela)
20º Tomás Gama
39º João Oliveira
49º Valentim Ferreira
51º Duarte Gama
93º Tomás Lourenço
1º Equipas